2018 e Seus Desafios!

“Prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.” (Fp 3:14) Iniciamos mais um [...]

“Prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.” (Fp 3:14)

Iniciamos mais um ano na era moderna. E com ele enfrentaremos todos os desafios naturais de ser gente e viver em sociedade. Seus prognósticos econômicos e sociais, de certa forma, são bons. Mas como os economistas erram, os sociólogos se equivocam e, principalmente, os adivinhos não adivinham absolutamente nada, o novo ano será para todos nós um ano de desafios como tem sido o que se encerra neste dia. É verdade mudanças políticas e econômicas seriam bem vindas. Mas em última análise não devemos esperar absolutamente nada dos governantes. Devemos sim esperar a ajuda de Deus e viver os desafios da sociedade hodierna.

Há, certamente, um misto de esperança de dias melhores e a apreensão das dificuldades cíclicas política, econômica e social que insistem em permanecer. No texto em epígrafe o apóstolo Paulo nos fala de algumas atitudes pessoais que ele tinha que muito nos ajuda neste momento.

1. Paulo olhava o futuro com visão e concentração. Ele fala do alvo à frente que o fazia manter a visão. Paulo não se perdia ao longo do caminho pelos letreiros e os atalhos humanos. Ele olhava firmemente para o alvo. O cântico sacro muito bem nos adverte: “Meu alvo é Cristo.” Ao entrar em 2018 não permitas que as coisas do dia a dia ganhem seu coração e tirem a sua concentração das coisas de Deus.

2. Paulo também tinha persistência. Paulo fala categoricamente “eu prossigo.” Ele não permitia a si mesmo retroceder. Ele tinha muita persistência porque sabia que há tinha sido conquistado por Cristo. Ele estava determinado a seguir adiante como um corredor que bloqueia mentalmente os aplausos à sua volta para concentrar-se na linha de chegada.

3. Paulo sabia também que tipo de prêmio o esperava e, por isso, em que gastar suas energias. Paulo fala da soberana vocação de Deus. Não era qualquer tipo de atividade, mas aquela, ou aquelas, que agrada o coração de Deus. Ele não jogava “pérolas aos porcos” gastando energia em coisas que não glorificavam a Deus. O ano de 2018 apresenta vários desafios e com essas três determinações de Paulo em mente, lembremo-nos de quatro áreas de nossa vida que necessitam de grande esforço:

1. Cuide da saúde pessoal. “Isso se constituirá em saúde para o teu cor po e vigor para os teus ossos.” (Provérbios 3:8). O apóstolo Paulo também nos lembra de que nosso corpo é o templo do Espírito Santo (1 Coríntios 6:19) e, por isso, devemos cuidar bem dele. É hora de fazermos um check-up especialmente para aqueles que já alcançaram cinquenta anos de idade. Não protele o que você precisa fazer. Comece o ano cuidado de sua saúde pessoal.

2. Invista na família. “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todas as tuas forças. Os mandamentos que hoje te dou serão gravados no teu coração. Tu os inculcarás a teus filhos, e deles falarás, seja sentado em tua casa, seja andando pelo caminho, ao te deitares e ao te levantares.” (Dt 6:5-7) É preciso ter tempo de qualidade com o cônjuge e os filhos. O texto orienta a falar da Palavra de Deus “sentado em casa”, “andando pelo caminho” e “na hora de dormi.” Você tem feito isso neste ano? Invista tempo com sua família.

3. Cultive a espiritualidade. “Eis que tenho suspirado por teus preceitos, vivifica-me por tua justiça.” (Salmo 119:40). Não permita que a religiosidade obstaculize sua espiritualidade. Invista tempo com a leitura da Palavra de Deus. Tenha o hábito da oração individual e coletiva. Não deixe de se congregar e venha para o culto com expectativas de grandes intervenções de Deus.

4. Reveja projetos pessoais. “Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se senta primeiro a calcular as despesas, para ver se tem com que a acabar?” (Lucas 14:28). Tenha projetos pessoais. Talvez seja à volta aos estudos, ou mesmo um novo emprego, ou ainda um negócio, a compra de uma casa etc. Planeje bem suas despesas, aprenda a colocar numa planilha o que você tem e aonde quer chegar ao fim do ano. Os desafios estão diante de nós, mas o Senhor está conosco. Ele mesmo nos direcionará para que 2018 seja um ano de vitórias e conquistas.

Rev. Jorge Luiz Patrocínio (Pastor efetivo)

 

Catedral Presbiteriana

do Rio de Janeiro

Encontre o que você procura