No 4º Com Deus / “Enchei-vos”

No 4o com Deus – ENCHEI-VOS! Disse o SENHOR a Moisés: Até quando me provocará este povo e até quando não crerá em mim, a despeito de todos os sinais que fiz no meio dele? ( Números 14.11) Impenetrabilidade é o nome dado à qualidade da matéria pela qual dois corpos não podem ocupar o mesmo espaço ao mesmo tempo. O povo hebreu mesmo próximo do  sobrenatural de Deus, teve que caminhar anos no deserto para se esvaziar dos costumes, idolatria e princípios distantes de Deus, herdados nos 430 anos que viveram no Egito ( Êx12.40). E ainda assim, de frente para a Terra Prometida, não conseguiu a promessa e continuou agindo como se não tivesse convivido com Deus nestes 40 anos.  O povo estava repleto do equívoco e ficou de fora, exceto os com menos de 20 anos e os  que tiveram postura diferente de todos, Josué e Calebe. O restante viveu como se não conhecesse a Deus.  Muitas vezes estamos tão repletos de nós, de outras coisas que não agradam a Deus, que não há espaço para Ele em nossas vidas, pois  um corpo não pode ser ocupado pela Luz e pelas trevas ao mesmo tempo. No próximo domingo, 24 de JUNHO: “ENCHEI-VOS”, com o Pastor Eduardo Carpenter. Se esteve no último, viu Deus Conosco, traga outros para também serem abençoados. Não tenha dúvida: ”No 4o com Deus”, é “o melhor lugar para se estar.”

No 4º Com DEUS – MelhORA

No 4o com Deus - MelhORA

Só gritos vazios Deus não ouvirá, nem atentará para eles o Todo-Poderoso”. (Jó 35.13). “…pois dizes: Estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma, e nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu” (Ap 3.17).

 

Deus atende a todos? Você ouviria os problemas particulares de quem não conhece, à exceção da nossa Junta Diaconal, e atenderia?? E Deus? De Deus não se zomba, tudo que o homem semear, é o que irá colher (Gl 6.7).

 

Já percebeu que temos por hábito a negação de mudanças ou de não olharmos pra nós mesmos, antes de apontarmos o dedo para o outro ou agir proativamente? O verso acima cita sobre as características de certa igreja do fim dos tempos.

Essa igreja final é repleta de pessoas nuas do Conhecimento de Deus, por isso a mentalidade só alcança onde esse desconhecimento de Deus permite (Is 55.8 e 9). São pobres de tudo, porque estão longe e quem enriquece nosso caráter e personalidade é o contato com o Senhor. São cegas pelo convívio pacífico com o mundo e não enxergam o Reino invisível. Para ver, é preciso ter fé, sem conhecer a Palavra, vivem de religiosidade, tradicionalismos que impedem de ter um contato íntimo com Deus. Com isso, se tornam… Mornas a ponto de serem expelidas da boca de quem é o reto Juiz.

 

Podemos estagnar ou melhorar?

Dia 27 de maio, este domingo, MelhORA, com o Pastor Renato Porpino, às 17h30 no SAR, Chegue mais cedo. É importante chegar na hora para não perder as conexões. Com greve ou não estaremos lá. Traga amigos, colegas do trabalho, lote seu carro, junte parentes na economia de combustível e compareça para ser abençoado neste fim de mês: No 4o com Deus, o melhor lugar para se estar.

 


 

ECCC-Culto de Ações de Graças

Neste domingo, 29/04, a partir das 19h, Culto em Ação de Graças pelo 66º ECCC e 25 Anos do Coral Edineia Bastos. Reserve esse tempo para louvar, rendendo Graças ao Senhor, agradecendo as restaurações e transformações operadas por Sua Palavra e através das inúmeras mãos que se colocaram à disposição para essa Obra e pelos 25 anos de louvor a Deus por intermédio do Coral do ECCC.

No 4° Com DEUS / “Barros”

BARROS: No 4o com Deus!!!

“Porque Deus, que disse: Das trevas resplandecerá a luz, ele mesmo resplandeceu em nosso coração, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Cristo.Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós.” (2 Coríntios 4.6 e 7)

O barro tem várias utilidades e muitas vezes na Palavra, por estarem em todo lugar, são didáticos. Podemos usar o barro para construir locais de habitação ou muros. Podemos também transformá-los em utensílio para levar água, pergaminhos ou um tesouro. Este material encontra seu “equilíbrio entre suas porções de terra e água, torna-se matéria prima para que o oleiro realize sua arte”. Em alguns casos o barro, carrega após transformado, em algo de muito valor e por issonão pode estar sujo.

NESTE DOMINGO às 17h30 no SAR: BARROS, com CRISTIANE MORAES. Como é sua relação com o “… amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo”? Não é hora de convidar aquele seu amigo que precisa de LUZ, ou aquele vizinho,  ou o parente que precisa de um pouco de SAL na vida? TRAGA-OS, HOJE! Esta  é a oportunidade e o tempo de restauração e de salvação. “No 4o com Deus”, o melhor lugar para se estar”.


Projeto “Abrace a Catedral Presbiteriana”

PARA MAIORES INFORMAÇÕES SOBRE O PROJETO, ACESSE A ABA ACIMA.

Ministério de Intercessão

Convida a Igreja para a Vigília dia 23, sexta-feira, das 18h às 24h. “Tema: Bom é o Senhor para os que esperam por ele, para a alma que o busca.” Lm.3.25. “Fé é erguer um altar antes de ver o milagre”.,

Culto ao VIVO

Devido às circunstâncias de hoje, somente teremos o Culto Matutino, às 10:30. Deus o abençoe.

Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro – 156 ANOS

O missionário fundador da IPB, Ashbel Green Simonton (1833-1867), da Igreja Presbiteriana do Norte dos EUA (PCUSA), chegou ao Brasil em 12 de agosto de 1859, tendo fundado em 12 de janeiro de 1862, a Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro, a primeira igreja presbiteriana do Brasil.

Acampamento Vale de Bênçãos

O AVB é uma propriedade da Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro e que está a serviço do reino de Deus e o consideramos como um campo missionário. É um lugar maravilhoso, natureza, ar puro, muito silêncio e canto dos pássaros (Acesse a guia A.V.B. do nosso site). Ali, no Vale de Bênçãos, a Igreja realiza vários retiros ao longo do ano, tais como: Retiro da UCP (Crianças), UMP (Mocidade), SAF (Mulheres), Oásis (Sós), ECCC (Encontro de Casais) e também são realizados retiros de outras igrejas Evangélicas. O AVB tem sido bênção na vida de muitas pessoas, e através dos retiros muitos têm conhecido ou se aproximado mais de Jesus. Nos últimos meses, o AVB foi atingido por vários fenômenos da natureza (chuvas/ ventos/granizos) que causaram muitos danos a propriedade, mas, com a graça e bondade do Senhor seguimos e já estamos com as portas abertas para os retiros. Por ser um lugar grande, com muitas casas/ construções antigas, estamos sempre precisando de obras de reparo. Gostaríamos de convocar você para dar uma oferta ou ser um colaborador/mantenedor do AVB. Faça sua doação diretamente na Conta do Vale de Bênçãos e com certeza o Senhor lhe retribuirá. Mas lembre-se: Primeiro dê o dízimo na sua igreja. Leia Esdras 2:68.

Acampamento Vale de Bênçãos

CNPJ: 34.052.324/0002-76

Banco do Brasil – Agência: 1490 -7

Conta Corrente: 6.205 -7

2018 e Seus Desafios!

“Prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.” (Fp 3:14)

Iniciamos mais um ano na era moderna. E com ele enfrentaremos todos os desafios naturais de ser gente e viver em sociedade. Seus prognósticos econômicos e sociais, de certa forma, são bons. Mas como os economistas erram, os sociólogos se equivocam e, principalmente, os adivinhos não adivinham absolutamente nada, o novo ano será para todos nós um ano de desafios como tem sido o que se encerra neste dia. É verdade mudanças políticas e econômicas seriam bem vindas. Mas em última análise não devemos esperar absolutamente nada dos governantes. Devemos sim esperar a ajuda de Deus e viver os desafios da sociedade hodierna.

Há, certamente, um misto de esperança de dias melhores e a apreensão das dificuldades cíclicas política, econômica e social que insistem em permanecer. No texto em epígrafe o apóstolo Paulo nos fala de algumas atitudes pessoais que ele tinha que muito nos ajuda neste momento.

1. Paulo olhava o futuro com visão e concentração. Ele fala do alvo à frente que o fazia manter a visão. Paulo não se perdia ao longo do caminho pelos letreiros e os atalhos humanos. Ele olhava firmemente para o alvo. O cântico sacro muito bem nos adverte: “Meu alvo é Cristo.” Ao entrar em 2018 não permitas que as coisas do dia a dia ganhem seu coração e tirem a sua concentração das coisas de Deus.

2. Paulo também tinha persistência. Paulo fala categoricamente “eu prossigo.” Ele não permitia a si mesmo retroceder. Ele tinha muita persistência porque sabia que há tinha sido conquistado por Cristo. Ele estava determinado a seguir adiante como um corredor que bloqueia mentalmente os aplausos à sua volta para concentrar-se na linha de chegada.

3. Paulo sabia também que tipo de prêmio o esperava e, por isso, em que gastar suas energias. Paulo fala da soberana vocação de Deus. Não era qualquer tipo de atividade, mas aquela, ou aquelas, que agrada o coração de Deus. Ele não jogava “pérolas aos porcos” gastando energia em coisas que não glorificavam a Deus. O ano de 2018 apresenta vários desafios e com essas três determinações de Paulo em mente, lembremo-nos de quatro áreas de nossa vida que necessitam de grande esforço:

1. Cuide da saúde pessoal. “Isso se constituirá em saúde para o teu cor po e vigor para os teus ossos.” (Provérbios 3:8). O apóstolo Paulo também nos lembra de que nosso corpo é o templo do Espírito Santo (1 Coríntios 6:19) e, por isso, devemos cuidar bem dele. É hora de fazermos um check-up especialmente para aqueles que já alcançaram cinquenta anos de idade. Não protele o que você precisa fazer. Comece o ano cuidado de sua saúde pessoal.

2. Invista na família. “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todas as tuas forças. Os mandamentos que hoje te dou serão gravados no teu coração. Tu os inculcarás a teus filhos, e deles falarás, seja sentado em tua casa, seja andando pelo caminho, ao te deitares e ao te levantares.” (Dt 6:5-7) É preciso ter tempo de qualidade com o cônjuge e os filhos. O texto orienta a falar da Palavra de Deus “sentado em casa”, “andando pelo caminho” e “na hora de dormi.” Você tem feito isso neste ano? Invista tempo com sua família.

3. Cultive a espiritualidade. “Eis que tenho suspirado por teus preceitos, vivifica-me por tua justiça.” (Salmo 119:40). Não permita que a religiosidade obstaculize sua espiritualidade. Invista tempo com a leitura da Palavra de Deus. Tenha o hábito da oração individual e coletiva. Não deixe de se congregar e venha para o culto com expectativas de grandes intervenções de Deus.

4. Reveja projetos pessoais. “Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se senta primeiro a calcular as despesas, para ver se tem com que a acabar?” (Lucas 14:28). Tenha projetos pessoais. Talvez seja à volta aos estudos, ou mesmo um novo emprego, ou ainda um negócio, a compra de uma casa etc. Planeje bem suas despesas, aprenda a colocar numa planilha o que você tem e aonde quer chegar ao fim do ano. Os desafios estão diante de nós, mas o Senhor está conosco. Ele mesmo nos direcionará para que 2018 seja um ano de vitórias e conquistas.

Rev. Jorge Luiz Patrocínio (Pastor efetivo)

 

Catedral Presbiteriana

do Rio de Janeiro

Encontre o que você procura